Apagão de Novo?

Sim e não. Com o servidor não se preocupem, está funcionando perfeitamente!

Aconteceu que hoje, em menos de 15 dias, chegou outro pedido de retirada de material, dessa vez do Nederlands Dans Theater. Boa parte do acervo deles que tinha aqui já estava guardada no rascunho a algum tempo, mas os três que ficaram tiveram que ser retirados... O que posso fazer? É um direito deles!

Já é a terceira vez que isso acontece, e posso confessar? Se eu já estava muito pensativa a respeito, agora é que eu fiquei mesmo preocupada!

A minha intensão sempre foi popularizar o acesso a esse material, que sempre foi de difícil acesso para a grande maioria do público brasileiro. Como vocês mesmos já sabem, na TV as opções são poucas. VHS e DVD até teve, mas eu não sei dizer o real alcance que esses formatos tiveram por aqui. Streamings nacionais quase não tem e os que estão aí, infelizmente, tem pouca variedade de conteúdo. Streamings internacionais tem vários! Medici.tv, marquee.tv e os streamings da Royal Opera House e do English National Ballet são alguns exemplos, mas é aquela história: nem todos tem condições e/ou um cartão internacional para aproveitar. O próprio Grupo Corpo mantém o seu acervo para locação no Vimeo. Outro dia eu estava verificando os valores, sai 15 dólares por locação, que deve ficar disponível por 48 horas após o primeiro play. Convertendo o valor pra nós, sai em torno de 76 reais, mais taxas de conversão. Quem pode, deve ir por esse caminho, pois é o correto! Mas e quem não pode e precisa desses materiais como fonte de estudo e pesquisa? Entendem o meu dilema? E o mesmo raciocínio vale para os DVDs e Blurays.

Como já disse outro dia, aqui no Brasil nós tivemos por muitos anos as transmissões no cinema. Eu fui algumas vezes e é uma experiência incrível! Quem começou aqui foi a empresa Mobz, que trouxe vários ballets do Bolshoi entre 2010 e 2011. Eles também haviam anunciado os ballets do primeiro semestre de 2012, mas essas transmissões acabaram não acontecendo, e só depois de um bom tempo as exibições do Bolshoi voltaram pela Rede UCI, a partir da temporada 2013-2014. É uma rede de cinemas bem limitada, em São Paulo são apenas três salas, e duas delas localizadas em bairros de alto padrão e difícil acesso para quem não dirige, por exemplo. Eu tive a oportunidade de ir no programa Uma Noite Contemporânea, na temporada 2016-2017. A sala estava bem vazia, a maior parte do público era de uma faixa etária de 40, 50 anos pra cima, e os vídeos, que eram apresentações gravadas, sequer tinham legenda em português. E convites tinham um valor considerável.... E os comerciais passavam na TV, principalmente na TV a cabo! As transmissões duraram até a temporada 2018/2019.

No caso do Royal Ballet, as transmissões eram no Cinemark, uma rede bem mais popular e de fácil acesso. O valor dos ingressos era a mesma faixa cobrada pela UCI, os vídeos tinham legenda em português e tinham um público considerável! Na temporada 2012-2013, eu sorteei um par de ingressos aqui no blog, quem lembra? Eu fui duas vezes e foram experiências maravilhosas! Essas exibições começaram no primeiro semestre de 2012, mas não foi tão duradoura como o Bolshoi na Rede UCI. Eu me recordo que até a temporada 2014/2015 nós tivemos, depois disso teve outras transmissões, mas eu realmente não lembro tudo! Ah, e o Cinemark ainda exibiu a temporada 2018-2019 do Bolshoi no Cinema, que certamente teve um alcance bem maior em relação à rede UCI. Mas acho que, em ambos casos, o retorno financeiro não deve ter sido tão satisfatório, pois nunca mais tivemos nenhuma exibição por aqui...

Como eu já falei no post do ballet Andrey Rublev, a pandemia nos concedeu muitas oportunidades, e muito do acervo transmitido pelas companhias ficou de modo permanente (pelo menos até o momento) em contas oficiais no Youtube, o que é ótimo! Na ocasião, eu havia dito que traria esses links e deixaria disponível junto aos do Google Drive. Depois de hoje, eu pensei: para tudo!

Calma, o blog não vai acabar, mas vou ter que fazer algumas mudanças. Vocês já devem ter ouvido dizer que tudo o que sobe, uma hora acaba descendo. O acervo atingiu a marca de mais de 700 títulos compartilhados, se tornou algo grande e uma hora, as companhias iam ficar sabendo da existência do blog...

Como já disse, sou corajosa em fazer o que faço, mas a partir de agora temos que ter cautela. Por isso guardei praticamente tudo nos rascunhos e o que vou fazer é o seguinte:

Tudo o que tiver disponível em contas oficiais no Youtube vai poder ficar no blog de modo permanente. Vocês vão se surpreender com a quantidade de material que eu consegui encontrar...

O restante do acervo, vou fazer um esquema de rotatividade, mais ou menos como funciona nos serviços de streaming: parte dos vídeos fica no ar por um tempo, depois tiro e vou revezando com outros títulos. Já tinham me sugerido isso quando o blog ainda estava no começo e agora será realmente necessário.

Eu não gostaria que fosse assim, mas vocês sabem que apesar de ser um projeto incrível, é algo não-oficial... E por isso mesmo é difícil, mas necessário!

Espero poder contar com a compreensão de vocês...

Comentários

  1. oh Dios, estoy llorando. Qué pesar. Este era el único lugar donde esetaban los ballets del Royal Ballet que tanto quería ver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ¿Hola todo bien?
      Como dije, los videos volverán al blog, simplemente no podrán estar en el aire todo el tiempo como antes. Pido un poco de paciencia, ¡para mí tampoco ha sido fácil!
      Pronto podrás ver los videos que quieras...
      ¡Gracias por entender!

      Excluir
    2. Keep up the good work - we all love you!

      Excluir
    3. si, estoy segura que para usted tampoco ha sido fácil. Un gran abrazo

      Excluir
  2. Tem o Telegram onde você pode colocar os vídeos...

    ResponderExcluir

Postar um comentário